• Publications
  • Influence
Mathematical models for the Aedes aegypti dispersal dynamics: Travelling waves by wing and wind
Biological invasion is an important area of research in mathematical biology and more so if it concerns species which are vectors for diseases threatening the public health of large populations. ThatExpand
  • 101
  • 5
  • PDF
Modelos matematicos de epidemiologia com vetores : simulação da propagação urbana e geografica da dengue
Invasoes biologicas e uma area importante da pesquisa em biomatematica, mais ainda se considerarmos especies como vetores de doencas que ameacam a saude publica de extensas populacoes, o queExpand
  • 7
  • 1
Controlling Dispersal Dynamics of Aedes aegypti
The dengue virus is transmitted in regions previously infested with the mosquito Aedes aegypti. To assess the spreading and establishment of the dengue disease vector, a mathematical model isExpand
  • 16
O Modelo SIR para Escalas Temporais
As equacoes diferenciais (ED) sao amplamente utilizadas na modelacao de doencas e suas peculiaridades. Neste trabalho estamos interessados em discutir o modelo matematico de doencas que seExpand
A Bifurcação de Hopf como Coexistência entre Populações de Moscas em um Modelo Presa-Predador
Neste trabalho consideramos um modelo presa-predador, baseado no modelo de Lotka-Volterra 1925, em que por Equacoes Diferenciais Autonomas descrevemos a interacao de duas moscas (1), PhyllocnistisExpand
Estudos de Modelos Dispersivos para Din^amica de Popula c~oes
Resumo: Nas ultimas decadas, a incidencia global da dengue tem crescido dramaticamente favorecida pelo aumento da mobilidade humana e da urbanizacao. O estudo da populacao do mosquito e de grandeExpand
Estratégias de Vacinação na Dinâmica da Varicela
A varicela e o herpes-zoster sao doencas comuns no Brasil. Nao sao consideradas letais, mas geram um custo elevado quando o infectado necessita de algum tipo de tratamento, alem do risco de morte.Expand
Estrat´ egias de Vacinac¸˜ ao: uma abordagem discreta
Neste trabalho apresentaremos um estudo do modelo epidemiologico SIR (Suscetiveis - Infectados - Recuperados), desenvolvido por McKendrick e Kermack em 1927, [3], que refere-se a doencas onde oExpand
...
1
2
...